Impacto da preocupação e controle em empreendedores e lideres. Ir para o conteúdo principal

Quando me conectei com o meu propósito de apoiar empreendedores e lideres a diminuir a sua solidão eu não imaginava o grande desafio que estava pela frente.

Esta é uma das magias do empreendedorismo, nunca sabemos o que realmente vamos enfrentar. Nós podemos construir todos os planos de prevenção possíveis e inimagináveis, a real é que nunca vamos conseguir estar preparados para tudo.

E é exatamente neste ponto que cresce uma das maiores angustias de ser empreendedor e líder, quando estabelecemos objetivos, metas, expectativas e trabalhamos de forma extremamente dedicada para alcança-las, e para isso, nós investimos grande parte do nosso tempo e energia controlando tudo e todos, para que nada possa impedir, dificultar ou ser uma barreira para alcançarmos os resultados almejados.

Este controle para dar tudo certo e garantir que as coisas aconteçam da forma que acreditamos, e com base nos nossos objetivos, geram um alto grau de estresse, preocupação e pressão, que consequentemente diminuem o foco, a produtividade e os resultados. Perceba que é algo cíclico exatamente por querer que as coisas aconteçam no nosso tempo, e da nossa forma, que elas acabam não acontecendo.

Aqui vale ressaltar que todo este ciclo descrito gera também sequelas físicas, como dores de cabeça, dores pelo corpo, estafa e dificuldade para dormir bem, e que também afetam a nossa produtividade, o foco e o rendimento do trabalho no dia seguinte.

É quando percebemos que passa um dia, passa o segundo dia e chega ao final da semana, olhamos para traz e quais foram os resultados de tudo isso? Produzimos pouco, concluímos só algumas ações estabelecidas, gastamos uma energia gigante, abusamos do nosso corpo e da nossa mente. Tudo que propusemos fazer no início da semana foi por água baixo.

O que eu ganhei com tudo isso? Eu me pergunto.  Mais rugas de preocupação, mais cansaço mental e físico e aquilo que eu me propus a fazer, o meu propósito como ser humano, que me moveu a fundar o Instituto Mudita, que me moveu a me conectar com a dor que é minha, e também de outras pessoas, não caminhou, não evoluiu.

Se você está esperando neste texto uma solução como milhares de promessas que acontecem a todo momento na internet, sinto muito por decepcioná-lo, se eu tivesse a verdadeira solução para isso não estaria aqui escrevendo este texto e compartilhando um pouco da minha dor com vocês.

A solução eu não tenho, o que tenho é algumas reflexões profundas sobre esta situação que está se tornando quase um “chamado” para eu olhar cada vez mais para isso.

Cansada um pouco do excesso de informações externas, isso também é um ponto que agrava a angustia, gera confusão mental e gera decepção de si mesmo. Aquele momento que você não está bem e parece que o mundo todo lá fora é “cor de rosa”, eu sempre me volto para dentro, para mim mesma e para os livros.

Os livros tem um poder de me acalmar, de me centrar, com ele sou somente eu, o livro, minha respiração e meus pensamentos. Eu tenho um jeito talvez diferente de ler um livro, gosto de estudar e refletir sobre o que eu leio, por isso muitas vezes demoro bem mais tempo para ler, é bem comum eu ler dois ou três livros ao mesmo tempo, não por pressa, ou ansiedade, mais porque gosto de ir refletindo sobre o que cada um esta dizendo e fazer combinações mentais.

Ultimamente alguns livros que falam sobre o olhar para si, o poder que temos de curar a nós mesmos, tanto fisicamente e emocionalmente, tem chamado bastante a minha atenção.

Como sempre acreditei no autoconhecimento, e sempre pratiquei na minha vida, ampliar a percepção de que podemos curar a nós mesmos, não só no mental e no sentir, e sim inclusive no físico, está sendo bastante interessante. É a consolidação plena que nós temos o poder, a capacidade e os recursos internos necessários para mudar completamente a nossa vida. Que não é fácil, eu tenho certeza sou a prova vivia disso, está aqui o meu depoimento e relato dos desafios que estou vivendo.

Eu vou me propor aqui a compartilhar com vocês alguns aprendizados bastante consistentes, que fizeram e estão fazendo muito sentido na minha vida como um todo, inclusive como empreendedora.

Eu já consegui construir um cenário completamente diferente deste texto, com a tranquilidade e a paz de um empreendedor e líder “zen’?

Não! Se eu dissesse o contrário estaria de fato mentindo.

Agora que eles têm me ajudado e apoiado a lidar com tudo isso, realmente tem muito. Não sei o que seria de mim, apoiando tantos empreendedores e líderes, e sendo também uma empreendedora, mãe de dois filhos e esposa, se suportaria tudo que passamos nesta pandemia, e neste atual momento, sem estes aprendizados que vou compartilhar com vocês.

Um dos maiores desafios de lidar com o estresse é que o nosso corpo, mente e espirito tem um alto poder de adaptação. Conseguimos ir muito além do que deveríamos para preservar a nossa saúde mental, física e emocional, e muitas vezes as consequências disso vamos sentir com a idade mais avançada. Desta forma precisamos ter consciência do que é bom ou não para nós através de um olhar integral e sistêmica.

Estar em estado de atenção é perceber constantemente o que você de forma integral (mente – corpo – espirito) está realmente precisando naquele exato momento.

Quantas vezes me vi trabalhando 6 horas seguidas, ou mais, sem parar para tomar água, ir ao banheiro ou mesmo perceber que o meu ombro e pulso estavam latejando de dor?

Foram milhares as vezes que fiz isso comigo. Precisou eu chegar no limite com dores crônicas e dificuldade de conseguir realmente trabalhar, inclusive com limitações, para eu compreender que por este caminho não seria mais possível continuar levando o meu propósito para o mundo.

Parece ridículo o que eu vou falar, eu mesmo achei no princípio. A solução para mudar esta situação, foi colocar um relógio despertando de hora em hora para lembrar que eu preciso tomar água, perceber se o meu corpo está doendo, se ele precisa de algo como ir ao banheiro ou comer alguma coisa. Sim parece loucura.

O nosso corpo é tão completo e sinaliza tudo que ele precisa para ficar mais saudável e entregar todo o nosso melhor, e nós não paramos para ouvi-lo. A meta, o objetivo, o planejamento, a concorrência, o cliente, ou qualquer outra desculpa sempre vem antes do que as próprias necessidades do instrumento mais importante que existe para que nós empreendedores e lideres possamos colocar o nosso propósito no mundo – nós mesmos (corpo – mente – espirito).

Eu sempre reforço nas minhas mentorias e consultorias, se o empreendedor e líder tem um peso de importância significativo para trazer resultados para a empresa, qual o impacto que gera a longo prazo eles não cuidarem da sua saúde mental, emocional, física e espiritual?

Eu sempre digo: empreendedores e líderes saudáveis tornam a empresa saudável. Parece óbvio, mas o desafio para que isso aconteça é um cenário composto por um grande abismo.

Aqui é valido reforçar a importância, que qualquer atividade física, de preferência aquela que seja viável praticar com base na sua rotina, e ao mesmo tempo, que gere prazer, tem para que a saúde mental – física e emocional sejam mantidas ao longo da maratona de trabalho que um empreendedor e líder vivencia.

A meditação também é um excelente caminho, lembrando aqui que cada um deve buscar a sua forma de meditar, e mais que isso, se você nem consegue imaginar a possibilidade de meditar, fique tranquilo, o importante é que você busque algo na sua vida que desconecte você um pouco do mundo, vou deixar aqui algumas dicas que eu uso, mas sinceramente, você vai ter descobrir o seu próprio caminho.

Cada dia eu faço escolhas pelo que faz mais sentido naquele momento:  respiração, ouvir uma música calma em um ambiente que eu me isole, ler um livro sobre algo que eu gosto e desconectado do trabalho, uma rede de balanço olhando para o nada, meditações guiadas, exercícios de alongamento com uma música bem calma de preferência mantras, etc.  Lembrando que 05 minutos de respiração em um ambiente isolado já geram muitos resultados.

Este assunto não se encerra aqui, ele é muito relevante, por isso vou me dedicar a compartilhar mais vezes as experiencias que estou vivenciando aqui no meu dia a dia. Agora preciso dar uma parada, meu corpo está pedindo por água, um pouco de comida e alongar as minhas costas.

O quanto você percebe o que o seu corpo, mente e espirito precisam neste exato momento?

Quer saber mais como o autoconhecimento dirigido para empreendedores e líderes pode apoiar você a lidar melhor com os desafios do dia a dia? Conheça mais sobre nossa mentoria.

×